Subscrever Newsletter

X
Imagem da bandeira de Cabo Verde
A+ A-
Secretário-geral da ARCTEL-CPLP elogia política de Cabo Verde para as TICs

O Secretário-geral da ARCTEL-CPLP, Filipe Baptista, visitou Cabo Verde na semana passada para preparar a implementação do projeto das Aldeias Sustentáveis para o Desenvolvimento (SV4D na sigla inglesa)no país e num artigo de opinião que assina, publicado no jornal ilonline, elogia a sagacidade que o arquipélago vem tendo ao investir nas TICs.
 
“A maior riqueza ou recurso de Cabo Verde são as suas gentes e a determinação com que transformam as adversidades de um arquipélago que pouco lhes oferece”. É que o país-arquipélago da África Ocidental ¨será, provavelmente, o país da CPLP com menos recursos, mas ainda assim o que mais tem crescido e se tem desenvolvido, mesmo quando comparado com outros países fora do contexto lusófono.
 
É assim que Filipe Baptista começa o seu artigo de opinião intitulado “Nha Terra”, para logo depois explicar a génese do projeto das Aldeias Sustentáveis para o Desenvolvimento (SV4D na sigla inglesa), um dos mais da ARCTEL-CPLP (a Associação dos Reguladores de Comunicações da CPLP): “Assenta em dois conceitos básicos: por um lado, levar conectividade e acessibilidade à internet de banda larga em locais sem cobertura ou com cobertura deficitária; e, num segundo plano, universalizar o uso das TIC como vetor essencial para o desenvolvimento humano, social e económico”.
 
Ora, diz Filipe Baptista, “Cabo Verde demonstrou ao longo dos últimos anos que é possível desenvolver, crescer e ter sucesso mesmo quando a terra não nos dá riqueza” porque “os seus governantes e quadros dirigentes demonstram grande visão e sabem para onde este país tem de caminhar”, inclusive nas TIC.
 
Neste setor, considera o Secretário-geral da ARCTEL-CPLP, Cabo Verde “vem desenvolvendo competências com as quais ombreia com grandes empresas do setor, estando em curso o desenvolvimento de um dos mais modernos parques tecnológicos de África, o qual integra, para além de um grande data center, um polo para promoção do empreendedorismo e negócios ligados à economia digital.
 
Por este e por outros motivos, Filipe Baptista não tem dúvidas de que “Cabo Verde será, antes de atingirmos a metade deste século, a grande referência de desenvolvimento em África.
 
Leia o artigo na íntegra em https://assinatura.ionline.pt/artigo/577569/-nha-terra?seccao=Opiniao_i.
 

Cooperação PALOP-TL / UE
Cofinanciadores
Gestão de Projeto
Supervisão Técnica
Siga-nos