Subscrever Newsletter

X
Glossário
@ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ
agregador de fornecimentos Web

[sin.]
leitor de fornecimentos Web

[ing.]
Web feed aggregatorWeb feed reader

[def.]
Programa que junta e descarrega os conteúdos apontados por um ou vários fornecimentos Web. Há dois tipos principais de agregadores: baseados na Web e autónomos; os primeiros permitem a leitura dos conteúdos num programa de navegação e os segundos são programas ou funcionalidades de programas instalados localmente, que atualizam os conteúdos quando os fornecimentos são atualizados.

[v.tb.]
fornecimento Web

agrupamento

[ing.]
cluster

[def.]
Conjunto de equipamentos de natureza idêntica que partilham os mesmos recursos e estão agrupados num mesmo local, debaixo do controlo de uma unidade central.

Nota: Este termo é normalmente atribuído a um conjunto de computadores, usados em processamento paralelo, repartição de cargas e tolerância a anomalias.

AI [abrev.ing.]
aldeia global

[ing.]
global village

[def.]
Conceito desenvolvido pelo teórico Marshall McLuhan para explicar a tendência de evolução do sistema mediático como elo de ligação entre os indivíduos num mundo cada vez mais pequeno perante o efeito das novas tecnologias da comunicação. McLuhan considerava que, com os novos media, o mundo se tornaria numa pequena aldeia, onde todos poderiam falar com todos e o mais insignificante dos rumores poderia ganhar uma dimensão global.

[v.tb.]
globalização, meios de comunicação social

algoritmo

[ing.]
algorithm

[def.]
Conjunto ordenado e finito de regras bem definidas destinadas à resolução de um problema.

algoritmo criptográfico

[sin.]
criptoalgoritmo

[ing.]
cryptographic algorithm

[def.]
Algoritmo cujas operações, parametrizadas por uma chave criptográfica, realizam ou a cifragem ou a decifragem dos dados.

Nota 1: Os algoritmos criptográficos são, desejavelmente, públicos; as chaves são o único elemento secreto no processo de cifragem/decifragem. A segurança da comunicação depende do segredo e da qualidade das chaves utilizadas, sendo as suas principais características a aleatoriedade e a imprevisibilidade. Nota 2: O algoritmo de cifragem toma como entradas a mensagem a transmitir e a chave de cifragem e produz como saída o texto cifrado, não inteligível; o algoritmo de decifragem toma como entradas o texto cifrado e a chave de decifragem e produz como saída a mensagem original.

[v.tb.]
algoritmo, criptografia

algoritmo de dispersão

[sin.]
algoritmo hash

[ing.]
hash algorithm

[def.]
Algoritmo que transforma uma cadeia de carateres numa outra de tamanho fixo, usualmente mais pequena (valor hash ou código hash), que representa a cadeia original. A dispersão é usada para indexar e extrair itens de uma base de dados, porque a pesquisa de um item é mais rápida usando a valor hash do que o valor original. Além desta funcionalidade, a dispersão é também utilizada em muitos algoritmos criptográficos, por exemplo para cifrar e decifrar assinaturas digitais (usadas para autenticar emissores e recetores de mensagens).

algoritmo RSA

[ing.]
RSA algorithm [abrev. RSA]

[def.]
Conjunto de instruções para a encriptação de dados, formando um algoritmo assimétrico que calcula as chaves criptográficas a partir de dois grandes números primos.

 
Nota: O nome do algoritmo advém das iniciais dos seus inventores Rivest, Shamir and Adleman (RSA).

[v.tb.]
algoritmo criptográfico, chave criptográfica

aliás

[sin.]
nome alternativo

[ing.]
nicknamealias

[def.]
Nome fictício, geralmente pequeno e incisivo, utilizado por cibernautas nas suas comunicações em linha com outros cibernautas.

alojamento físico

[ing.]
housing

[def.]
Serviço de terceiros que visa a instalação, conexão, gestão e administração de equipamentos informáticos mediante contrapartidas.

[v.tb.]
alojamento virtual

Páginas

Cooperação PALOP-TL / UE
Cofinanciadores
Gestão de Projeto
Supervisão Técnica
Siga-nos