Subscribe Newsletter

X
A+ A-
Roteiro de Governação Eletrónica a caminho dos PALOP-TL

O Projeto de Apoio à Melhoria da Qualidade e Proximidade dos Serviços Públicos dos PALOP e Timor-Leste apresentou na segunda-feira, 24, na cidade da Praia, em Cabo Verde, o Roteiro de Governação Eletrónica dos PALOP-TL. João Ricardo Vasconcelos, técnico em e-Gov eTecnologias de Informação e Comunicação da OCDE, entidade que elaborará este documento-guia financiado pelo PASP em 340 mil euros, afirma que é essencial que os países beneficiários partilhem os sucessos e as dificuldades vividos na implementação do e-Gov.  
 
“A grande mais-valia da análise que será feita pela OCDE é que ela se baseia na nossa recomendação para o desenvolvimento estratégico digital, que foi aprovada por 35 países da OCDE e disponibiliza um quadro de análises comum, que pode ser aplicado não só aos países OCDE como a outros conjuntos de outros países”, afirmou João Ricardo Vasconcelos na cidade da Praia, à margem do seminário de apresentação do roteiro. Daí que, apesar da realidade PALOP- Timor Leste ser diferente da realidade da OCDE, e entre si, João Ricardo Vasconcelos acredita no sucesso deste trabalho.
 
O objetivo desta colaboração do PASP/PALOP-TL com a OCDE é, num primeiro momento, fazer um levantamento do estado da Governação Eletrónica na comunidade, isto é, mapear a realidade de cada um dos países em termos de desenvolvimento de Governo Digital. Na posse destes dados, a equipa da OCDE irá desenvolver um conjunto de recomendações a esse respeito baseadas na recomendação para o desenvolvimento estratégico digital da OCDE, sem, no entanto, fazer tábua rasa das estratégias que já estão a ser implementadas nos PALOP-TL, garante João Ricardo Vasconcelos.
 
“Vamos tentar com base na realidade que identificarmos no terreno e nas várias dimensões de análise, elaborar um conjunto de recomendações para implementação dessa estratégia comum de Governação Eletrónica que vai ser desenvolvida nos PALOP e Timor-Leste. Julgo que, à partida, tendo em conta a partilha de conhecimentos entre os países nesta área, assim como a experiência de cada um, não será crítica a sua implementação. Pelo contrário, constituirá uma mais-valia”, acredita o técnico em e-Gov e TICs a serviço da OCDE.
 
No âmbito da elaboração deste roteiro, Cabo Verde é o primeiro país que a equipa da OCDE visita. As outras missões de campo, em que, além de João Ricardo Vasconcelos, participará o consultor externo Tiago Matos Fernandes, devem acontecer até o final do ano, sendo S. Tomé e Príncipe o destino a seguir, na próxima semana. Em Novembro, a equipa OCDE irá a Moçambique, Angola e Guiné-Bissau, e, em Dezembro, chega a Timor Leste.

PALOP-TL / UE Cooperation
Cofinanciers
Project Management
Technical Supervision
Follow us